Neste livro, Allan Massie apresenta ao leitor o próprio Tibério escrevendo suas memórias no final da vida.
Foi imperador na época da Crucificação de Cristo, que foi comandada por Pilatos, prefeito da pequena Judéia. O segundo no comando do império romano, afilhado de Augusto, governou Roma por quase 23 anos, tendo atuado no comando de legiões romanas e como tribuno, antes de ser nomeado Imperador. Para sua coroação, uma estranha série de mortes de descendentes diretos de Augusto lhe abriram o caminho. Sua larga experiência política garantiu uma sucessão tranquila. No entanto, na etapa final de seu comando, havia se tornado um autocrata melancólico e hesitante, desgostoso com a degeneração que viu crescer no império. Nessa autobiografia romanceada, Massie reabilita seu protagonista, desmentindo alguns historiadores que retratam Tibério apenas como um déspota assassino e depravado. O testamento dessa figura cativante e quase trágica é oferecido como uma arte que é em si um testemunho do fascínio duradouro que os primeiros imperadores romanos exercem sobre nosso passado.

O AUTOR: Nascido em Singapura, em 1938, Allan Massie passou a infância e a juventude na Escócia e, mais tarde, estudou história no Trinity College, da Universidade de Cambridge, na Inglaterra. “Mestre do romance histórico do passado distante”, como definiu Gore Vidal, Massie é autor de mais de 25 obras de ficção, com destaque para a série dedicada a importantes personagens do Império Romano. Entre seus diversos livros de não ficção, incluem-se perfis de cidades como Glasgow, Aberdeen e Edimburgo. Membro da Royal Society of Literature e Comendador da Ordem do Império Britânico, Massie também é jornalista e crítico literário, escrevendo regularmente para vários jornais escoceses

Os Senhores de Roma - Tibério

R$49,90 R$44,90
Os Senhores de Roma - Tibério R$44,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Neste livro, Allan Massie apresenta ao leitor o próprio Tibério escrevendo suas memórias no final da vida.
Foi imperador na época da Crucificação de Cristo, que foi comandada por Pilatos, prefeito da pequena Judéia. O segundo no comando do império romano, afilhado de Augusto, governou Roma por quase 23 anos, tendo atuado no comando de legiões romanas e como tribuno, antes de ser nomeado Imperador. Para sua coroação, uma estranha série de mortes de descendentes diretos de Augusto lhe abriram o caminho. Sua larga experiência política garantiu uma sucessão tranquila. No entanto, na etapa final de seu comando, havia se tornado um autocrata melancólico e hesitante, desgostoso com a degeneração que viu crescer no império. Nessa autobiografia romanceada, Massie reabilita seu protagonista, desmentindo alguns historiadores que retratam Tibério apenas como um déspota assassino e depravado. O testamento dessa figura cativante e quase trágica é oferecido como uma arte que é em si um testemunho do fascínio duradouro que os primeiros imperadores romanos exercem sobre nosso passado.

O AUTOR: Nascido em Singapura, em 1938, Allan Massie passou a infância e a juventude na Escócia e, mais tarde, estudou história no Trinity College, da Universidade de Cambridge, na Inglaterra. “Mestre do romance histórico do passado distante”, como definiu Gore Vidal, Massie é autor de mais de 25 obras de ficção, com destaque para a série dedicada a importantes personagens do Império Romano. Entre seus diversos livros de não ficção, incluem-se perfis de cidades como Glasgow, Aberdeen e Edimburgo. Membro da Royal Society of Literature e Comendador da Ordem do Império Britânico, Massie também é jornalista e crítico literário, escrevendo regularmente para vários jornais escoceses