Por que a teoria não funciona na prática

“A TAREFA MAIS CURIOSA DA ECONOMIA É DEMONSTRAR AOS HOMENS (E POLÍTICOS) QUÃO POUCO ELES SABEM SOBRE AQUILO QUE IMAGINAM PODER PLANEJAR.” F. A Hayek

Neste livro, Friedrich A. Hayek apresenta um exame fundamental e crítico das ideias centrais do socialismo. Ele argumenta que o socialismo, desde as suas origens, foi confundido com algo embasado em fundamentos científicos e factuais, e mesmo lógicos, mas que seus repetidos fracassos, nas muitas e diferentes aplicações práticas que o mundo testemunhou, foram o resultado direto desse equívoco conceitual.

Sempre contundente e controverso, marca de seus escritos, este manifesto traz um relato acessível às principais vertentes do pensamento de Hayek e explica a rede de erros em que todas as sedutoras e idealistas propostas socialistas se encerram.

“O traço intelectual mais marcante de F. A. Hayek é incomum na vida acadêmica: o espírito independente, que o levava a nadar contra algumas das correntes mais poderosas de sua época.” JOHN GRAY — Filósofo e Político Inglês

“Um dos maiores pensadores do nosso tempo.”  ROGER SCRUTON – Autor de Como ser um conservador

 

Autor: F. A. Hayek

Número de páginas: 240

Formato: 16×23 cm

Titulo: Os erros fatais do Socialismo – Por que a teoria não funciona na prática - F. A. Hayek

R$49,90
Titulo: Os erros fatais do Socialismo – Por que a teoria não funciona na prática - F. A. Hayek R$49,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Por que a teoria não funciona na prática

“A TAREFA MAIS CURIOSA DA ECONOMIA É DEMONSTRAR AOS HOMENS (E POLÍTICOS) QUÃO POUCO ELES SABEM SOBRE AQUILO QUE IMAGINAM PODER PLANEJAR.” F. A Hayek

Neste livro, Friedrich A. Hayek apresenta um exame fundamental e crítico das ideias centrais do socialismo. Ele argumenta que o socialismo, desde as suas origens, foi confundido com algo embasado em fundamentos científicos e factuais, e mesmo lógicos, mas que seus repetidos fracassos, nas muitas e diferentes aplicações práticas que o mundo testemunhou, foram o resultado direto desse equívoco conceitual.

Sempre contundente e controverso, marca de seus escritos, este manifesto traz um relato acessível às principais vertentes do pensamento de Hayek e explica a rede de erros em que todas as sedutoras e idealistas propostas socialistas se encerram.

“O traço intelectual mais marcante de F. A. Hayek é incomum na vida acadêmica: o espírito independente, que o levava a nadar contra algumas das correntes mais poderosas de sua época.” JOHN GRAY — Filósofo e Político Inglês

“Um dos maiores pensadores do nosso tempo.”  ROGER SCRUTON – Autor de Como ser um conservador

 

Autor: F. A. Hayek

Número de páginas: 240

Formato: 16×23 cm